mulheres

As mulheres e a construção civil, entenda.

Mulheres na construção civil é uma tendência, afinal, estima-se que só aqui no Brasil mais de 200 mil mulheres estejam desempenhando um papel, que no passado, era tipicamente masculino.

Embora em um passado nem tão distante, mulheres e homens pareciam ter tarefas e também profissões definidas para cada gênero…

Hoje, no entanto, isso é algo inaceitável, afinal, a luta pela desigualdade arqueou muitas bandeiras com ideias e restrições preconceituosas.

Explicitamente no setor da construção civil, cada dia mais são as mulheres que se destacam. Quase unanimemente contratantes dizem que a mão de obra feminina para o mercado em questão traz vantagens. Falaremos sobre isso neste artigo, sendo assim leia e tire suas próprias conclusões!

Mulheres na construção civil – particularidades

Você pode pensar que estamos falando aqui de mulheres engenheiras, arquitetas e outras que ocupam vagas na parte burocrática da construção civil.

Sim, temos que mencionar que também nestes postos há um crescente número de mulheres, no entanto, o mais interessante é a projeção feminina no canteiro de obras propriamente.

Afinal, conforme o Ministério do Trabalho, a partir de 2009, o mercado da construção civil se modificou com o crescimento de mais de 44% de mulheres incluídas no setor.

Brasil a fora, ONGs e Projetos específicos para incluir a mulher como trabalhadora de campo na construção civil tem se intensificado.

Em suma, mulheres na construção civil, estão assumindo demandas para serviços de:

  • Mestre de obras;
  • Pedreira;
  • Auxiliar de pedreira;
  • Pintoras.

Sem falar que muitas estão se profissionalizando com mais aprofundamento e então assumindo postos de eletricistas; azulejistas; encanadoras.

Mulher na construção civil é sinal de responsabilidade

Estamos diante de uma nova necessidade de tomada de consciência social, onde, cada vez mais homens e mulheres precisam se profissionalizar a fim de garimpar trabalho e sustento.

A mulher com iniciativa não se acomoda. Por isso busca desenvolver seu talento para construir casas, prédios, galpões.

Afinal, ela, através de suas habilidades natas que envolvem delicadeza, capricho, organização, podem certamente otimizar resultados no setor, com:

  • Atenção alta para executar o serviço;
  • Comprometimento com qualidade;
  • Agilidade;
  • Responsabilidade para cumprir cronogramas;
  • Maior flexibilidade para serviços mais complexos.                                                                                                           

Diante disso então, podemos perceber o que antes era tipicamente um universo masculino de trabalho, agora tem novo formato e que bom que são mulheres que estão recriando novas formas!